domingo, 28 de novembro de 2010

iracema

alencar, meu querido
os verdes mares tem plástico,
e minha terra natal, onde canta o sabiá,
morreu entre as jandaias,
quando cortaram as carnaúbas.

ó, alencar,
ainda sinto falta dos verdes mares,
onde as jandaias cantarolavam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

não sou poeta maldito, mas amaldiçoo todos os que lerem e não comentarem [risos] calma, podem comentar a vontade