sexta-feira, 30 de julho de 2010

pastora

minha pastora não é tranquila,
ela morreu de overdose,
adestrada pela imperfeição
dos comportamentos, sem perdão
o seu rebanho virou couro de sapato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

não sou poeta maldito, mas amaldiçoo todos os que lerem e não comentarem [risos] calma, podem comentar a vontade