sexta-feira, 30 de julho de 2010

pastora

minha pastora não é tranquila,
ela morreu de overdose,
adestrada pela imperfeição
dos comportamentos, sem perdão
o seu rebanho virou couro de sapato

sexta-feira, 16 de julho de 2010

rio coremas

ó rio coremas
quantas de suas piranhas
são filhas da capital!

por ti cruzam os que não fumam
e se afogam os que rezaram!

por ti chovem os que não cruzam
e se deploram o que não roubam!

ó rio coremas
quantas de suas piranhas
são filhas da capital!

domingo, 4 de julho de 2010

as falas da santa morta

explica, ó deus,
por quem dobram os corações?
quem saúda o teu nome?
onde está a renúncia e a abstenção
quando enxergo o fio da fumaça?