domingo, 23 de maio de 2010

31

estou a imanente ilusão de todos os seres
que me cultuam em altares de picas

sou o uno, sou deus, sou absoluto
e o que não permanece em mim
goza fora de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

não sou poeta maldito, mas amaldiçoo todos os que lerem e não comentarem [risos] calma, podem comentar a vontade